O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Segurança

Crimes em condomínio

Residencial popular sofre operação da PM, em Canoas

segunda-feira, 30 de julho de 2018
WhatsApp
LinkedIn

Após denúncias de invasão de traficantes, condomínio em Canoas é alvo de operação

Facção criminosa estaria retirando moradores das casas para usar o local como ponto de venda de drogas

Uma operação de fiscalização, com apoio de grande contingente policial, foi realizada, na manhã desta sexta-feira (27), em um condomínio do programa Minha Casa, Minha Vida, do governo federal, no bairro Guajuviras, em Canoas. A ação foi feita após denúncias de que traficantes ligados a uma facção criminosa estariam retirando moradores para usar o local para vender drogas. 

Mais de 100 agentes, entre policiais da Brigada Militar e agentes da Guarda Municipal, estão no local, nesta manhã. Um helicóptero também é usado na operação.

Fuzil, revólver, drogas e rádios interceptadores são apreendidos em apartamento em CanoasFuzil, revólver, drogas e rádios interceptadores são apreendidos em apartamento em Canoas

Polícia descarta hipótese de latrocínio na morte de homem em CanoasPolícia descarta hipótese de latrocínio na morte de homem em Canoas

Presos após tiroteio em Canoas são os mesmos que assaltaram PM durante acidente no Vale do Sinos Presos após tiroteio em Canoas são os mesmos que assaltaram PM durante acidente no Vale do Sinos 

Os policiais estão junto com fiscais da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação, que batem às portas de moradores de 176 residências. É solicitada a identificação de cada um e verificado se são os proprietários ou familiares dos contemplados no programa.

Não houve resistência. Somente um homem saiu correndo ao ver uma viatura. Ele foi detido e deve ser levado para delegacia para registro de ocorrência.

— Caso não sejam os proprietários, vamos notificar os reais donos a irem na Secretaria de Desenvolvimento Urbano e comprovar por meio de documentação o contrato feito com a Caixa. Depois, vamos notificar a Caixa Econômica Federal — afirma Alberto Rocha, secretário de segurança pública da cidade.

Segundo a prefeitura, a Caixa Econômica Federal pode desfazer o contrato, caso confirme que a casa esteja sendo usada por terceiros, e destinar a outra pessoa. A Brigada Militar (BM) promete reforçar o policiamento no bairro. Moradores acompanham com curiosidade a operação. 

O  comandante do 15º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Valdecir Túlio dos Santos, reconhece que o Guajuviras sofre com a incidência de traficantes de drogas, mas considera a situação controlada. 

— Temos realizados grandes ações aqui. A presença da Brigada é permanente — garante o oficial. 

Até 9h, a prefeitura de Canoas ainda não havia informado quantas casas os donos ou familiares não foram encontrados. 

Em 2017, o mesmo condomínio, conhecido como Microquarteirão 4, foi alvo de reintegração de posse porque houve invasão do local sem que as chaves tivessem sido entregues aos proprietários pela construtora.

Fonte: gauchazh.clicrbs.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...