O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Área Aabic

Custos condominiais

Índice teve seu ponto alto do ano de 2015 em dezembro

Publicado em: quarta-feira, 2 de março de 2016

Custos condominiais de São Paulo registram a maior alta do ano em dezembro de 2015

É crescente a participação das despesas com o quadro de pessoal nos custos condominiais, chegando a representar mais de 66% nos últimos doze meses
 
A Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo (AABIC) divulgou nesta semana seus índices de mercado referentes ao mês de dezembro de 2015. O IPEVECON (Índice periódico de Variação Condominial de Custos Condominiais) registou aumento de 9,62%. Com o encerramento do período, chegou-se a uma variação acumulada do índice em 2015 de 8,74%, inferior à elevação do IGPM, com 10,54% no mesmo período.
 
Com o pagamento da parcela final do 13º salário, o recolhimento do INSS e adicionais relacionados, as despesas com o quadro de pessoal e encargos sociais refletiram aumentos respectivos de 10,36% e 14,81%.
 
O item “despesas eventuais”, que tradicionalmente apresenta elevação no final do ano com o pagamento de gratificações natalinas e outras despesas características deste período, aumentou em 11,05%. Em linhas gerais, os itens citados são os responsáveis diretos pelo grande impacto nos custos condominiais no final o ano, embora outros grupos de despesas, como Água (+4,14%) e Energia (2,90%) também tenham afetado o cálculo final, demonstrando ainda certo relaxamento na contenção de consumo de água e energia, após o controle da crise de abastecimento.
 
O diretor de condomínios da AABIC, Omar Anauate destaca que é importante estar atento à participação percentual das despesas.
 
“Cabe ressaltar a crescente participação das despesas com o quadro de pessoal nos custos condominiais, chegando à participação média nos últimos doze meses de 66,80% (Pessoal – 42,48%, Encargos Sociais – 19,84% e Benefícios – 4,48%)”, o especialista diz que esse indicador pode ser um alerta de onde estão as despesas mais pesadas e por onde os condomínios devem começar a analisar as possibilidades de redução de despesas em tempos difíceis.
 
Em janeiro, o IPEVECON tenderá a retornar a patamares inferiores, registrando queda percentual. No entanto, itens como encargos sociais e mesmo a folha de pagamento ainda serão afetados pelos pagamentos de final de ano, prevê a AABIC.
 
 

IPEMIC

O Índice Periódico de Mora e Inadimplência Condominial do mês de dezembro registrou índice de mora no pagamento de cotas condominiais (atraso até o 30º dia) de 6,94% que, em comparação ao mesmo período do ano anterior (5,99%), representou aumento de 0,95%, em pontos percentuais.
 
“O valor relativo à inadimplência do mês, com base em outubro de 2015 (não pagamento do 31º ao 90º dia após o vencimento) atingiu 3,12%, que em comparação obteve aumento de 0,14% pontos percentuais, em relação a outubro de 2014 (2,98%)”, explica o diretor de condomínios da Aabic, Omar Anauate.

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...