O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Manutenção

Danos da chuva

Em PE, prédio com risco de desabar e com rachaduras é demolido

Publicado em: quarta-feira, 8 de julho de 2015

Em São Lourenço da Mata, PE, imóvel com risco de desabar é demolido

Prédio estava inclinado e tinha rachaduras. Parte das paredes havia caído.Defesa Civil do município concluiu demolição na tarde desta terça-feira.
 
Um imóvel de três andares -- subsolo, térreo e 1º andar -- com risco de desabamento foi esvaziado em São Lourenço da Mata, no Grande Recife, na noite de segunda-feira (6). Segundo a Defesa Civil da cidade, a construção fica na Avenida Henrique Mafra, no Parque Capibaribe, em uma área de encosta, e começou a apresentar problemas após as fortes chuvas do final de semana. Por isso, a família que morava no local precisou sair de casa às pressas. Devido à falha na estrutura, o imóvel foi demolido pela Defesa Civil do município nesta terça (7). Três residências vizinhas também foram desocupadas
 
Ainda de acordo com a Defesa Civil, o imóvel foi desocupado por volta das 22h, após barulhos de estalos e surgimento de rachaduras. Parte dele caiu ainda na noite de segunda e o restante ficou inclinado. As fendas entre as paredes também estavam visíveis.
 
“Ele foi desocupado porque estava com uma grande inclinação para trás. Estava todo comprometido, tanto as vigas quanto as colunas”, explicou o coordenador da Defesa Civil de São Lourenço da Mata, Josselino Jorge dos Santos.
 
Josselino lembrou que encostas são, normalmente, consideradas áreas de risco. Mas a situação do imóvel se agravou após as fortes chuvas que caíram em Pernambuco entre sexta-feira (3) e sábado. Só em São Lourenço da Mata choveu 132 milímetros em 24 horas – o esperado para todo o mês de junho era 151 mm.
 
“Com a grande precipitação, a chuva afetou a encosta. A água penetrou na base e sedimentou a encosta, houve um movimento, e o prédio está em cima da encosta”, conta.
 
Segundo o Corpo de Bombeiros, que acompanhou a retirada da família, parte do imóvel ainda estava em construção. Parte dele era usada apenas como depósito.
 
Por isso, só havia uma família morando no local. Ela foi removida e está alojada na casa de parentes. Três casas vizinhas também foram desocupadas por precaução.
 
“Essas duas famílias moravam ao lado do prédio e ele está com um declive grande”, explicou Josselino. Segundo ele, as residências próximas serão avaliadas para constatar se poderão voltar a ser ocupadas ou se também precisam ser demolidas

Fonte: http://g1.globo.com/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...