O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Administração

Desvio de energia

Unidades de condomínio em Eusébio (CE) foram flagradas com relógio adulterado

Publicado em: sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Enel identifica medidores adulterados e desvio de energia em casas de condomínio de luxo no Ceará

Técnicos da companhia localizaram 41 irregularidades nas casas do condomínio

A Enel, distribuidora de energia do Ceará, identificou 41 irregularidades em residências de um condomínio de luxo no município do Eusébio, Região Metropolitana de Fortaleza. As inspeções identificaram casas com medidores adulterados e desvio de energia elétrica.

Segundo a companhia, um total de 211 residências do condomínio foram inspecionadas entre os meses de junho e agosto. Técnicos da Enel Distribuição identificaram que algumas residências estavam com os equipamentos de medição da rede elétrica alterados.

No primeiro semestre deste ano, foram realizadas 43 prisões por furto de energia no Ceará durante operações da Enel e da Polícia Civil. A companhia não informou se houve prisões nos flagrantes realizados no condomínio de luxo no Eusébio.

Em nota, a Enel comunicou que, além de ser crime, com pena prevista de um a oito anos de reclusão, "o furto de energia afeta diretamente a qualidade do serviço prestado pela distribuidora e põe em risco a população, principalmente as pessoas que manipulam a rede elétrica".

Fonte: http://g1.globo.com

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...