O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Administração

Elevadores

Instalar equipamento valoriza imóvel em até 20%

Publicado em: segunda-feira, 17 de abril de 2017

Instalação de elevador em casa ou prédio valoriza imóvel

Quem mora em casa com mais de um pavimento ou prédio antigo, de escadas - desde que com até cinco andares -, pode não saber, mas tem a possibilidade de instalar um elevador no local. Para tanto, basta ter a infraestrutura e o espaço necessários. De acordo com os especialistas, o equipamento chega a valorizar um imóvel em até 20%, e a demanda pelo produto cresce à medida em que as pessoas almejam mais conforto e "qualidade de vida" da porta da rua para dentro.

Ainda segundo os "técnicos" no assunto, para uma residência, o custo médio do aparelho costuma girar em torno de R$ 50 mil. Já para edifício - habitacional ou comercial -, entre R$ 130 mil e R$ 145 mil.

Clínica, escola, hospital, conjunto residencial e comercial

De acordo com o gerente de acessibilidade da área de negócios Elevator Technology da ThyssenKrupp para o Brasil, Rafael Villar, a instalação de elevadores em construções existentes deixou de ser vista simplesmente como produto e se tornou sinônimo de conforto, segurança e comodidade para todas as pessoas, de um modo geral, e também para quem tem mobilidade reduzida, ele diz.

Itens diferenciados

Ainda de acordo com Villar, o valor final de um modelo vai variar de acordo com os opcionais, tipos e materiais e acabamento (se panorâmico, de aço inoxidável), itens de sinalização digital dos andares e quantidade de "paradas".

"Nosso modelo residencial tem tecnologia semelhante à dos elevadores convencionais, é compacto e de fácil instalação, podendo atender tanto a obras novas como a construções já existentes. Para isso, é necessário que se tenha espaço para a construção da caixa de corrida, pois ele opera a partir de uma máquina acoplada à própria caixa de corrida. A capacidade é para transportar três pessoas", conta.

"O modelo voltado para edifícios tem o diferencial de poder ser montado na parte interna ou externa. No entanto, requer o mínimo de obra civil. Outra vantagem é que foi projetado para suportar as intempéries climáticas como sol, chuva e vento e pode ser panorâmico com revestimento em vidro. E o detalhe é que não possui casa de máquinas e transporta até oito passageiros", afirma o gerente de acessibilidade da ThyssenKrupp.

Diretor comercial da Daiken Elevadores, Fabrício Serbake lembra que definir o equipamento a ser instalado ainda na fase de projeto (arquitetônico) garante que a entrega do mesmo acompanhe o cronograma da obra, além de facilitar a "integração" do modelo com a decoração da casa.

"Projetar uma casa pensando na acessibilidade não é somente uma maneira de atribuir economia (à obra) ou conforto para os moradores, mas faz parte de um conceito na arquitetura chamado design universal - um padrão que torna mais acessíveis produtos, serviços e ambientes para um maior número de pessoas", diz Serbake.

Ainda segundo ele, as regras de acessibilidade de pessoas portadoras de deficiência a edificações, espaços, mobiliários e equipamentos urbanos também estão previstas na norma brasileira de desempenho nas edificações.

Responsável por projetar um elevador residencial em uma casa de quatro pavimentos no bairro de Brotas, em Salvador, o arquiteto Fernando Fahel diz que o aparelho é muito comum em cidades mais ao sul do país, que se trata de um instrumento de transporte de passageiros que, além da funcionalidade, ainda agrega valor aos empreendimentos.

"Sem dúvida alguma valoriza muito. Quem tem condições sempre quer instalar, pois é um diferencial e tanto. Dá todo um charme no imóvel. É importante sempre fazer uma tomada de preços antes, porém", explica o arquiteto.

As diferenças entre os modelos

Para prédio - O modelo voltado para edifício pode ser instalado tanto em empreendimento comercial, como em clínicas, escolas e hospitais, ou residencial (de poucos andares). O aparelho pode ser montado na parte interna ou externa do edifício, sem a necessidade da instalação de uma casa de máquinas

Para residência - Com tecnologia semelhante aos convencionais, o elevador residencial é compacto e de fácil instalação, podendo atender a obras novas ou a construções já existentes de até cinco andares. Basta que se tenha espaço para a caixa de corrida do elevador

Fonte: http://atarde.uol.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...