O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Manutenção

Incêndio no DF

Reparos só serão finalizados em seis meses

quarta-feira, 30 de maio de 2018

Obras de prédio que pegou fogo na Asa Norte só ficarão prontas em 6 meses

Desde o incidente, duas famílias que moram de aluguel decidiram deixar o local e permanecem fora de casa

O prazo para as obras nas estruturas do 6º andar e da cobertura do Bloco M da 110 Norte ficarem prontas é de seis meses. Por enquanto, os trabalhos ainda estão na fase de limpeza. O apartamento 603 do edifício pegou fogo em 14 de maio, danificando as estruturas da laje do último andar e destruindo, com o calor das chamas, ao menos mais uma residência. Desde então, duas famílias que moram de aluguel decidiram deixar o local e permanecem fora de casa os moradores dos apartamentos do 4º ao 6º andar voltados para o Eixo Norte.

A reportagem do Correio conversou com alguns condôminos, além do subsíndico do edifício, Luiz Antônio  Tizoco Melgaço, que moram na mesma prumada em que ocorreu o incidente. O único elevador funcionando no local é o de serviço e, mesmo assim, somente até o 5º andar. A luz e a água foram religadas em todos os apartamentos até o 5º andar e no 601 e no 602, mas o gás, que é encanado, permanece desligado.

"A situação não está normalizada, mas com parte das pessoas voltando para casa, o clima tranquilizou. Com as escoras, não há mais risco de desabamento. Ainda falta restabelecer o gás. Não tivemos acesso a laudos das perícias, mas o Corpo de Bombeiros disse que só finalizará o dele após o término da limpeza, quando eles farão novas imagens do local. A estimativa é de que, em 6 meses, as obras terminem. Os moradores do quarto e do quinto andares poderiam até voltar para casa, se quisessem, mas como eles estão com escoras em casa, preferiram ficar de fora", explicou. 

A psicóloga Sônia Cerpa, 56 anos, moradora do 204, ainda não voltou para casa, mas já fez a limpeza do apartamento.

"Muita gente ainda não voltou e, mesmo quem está dormindo em casa, não está com a vida normalizada. Estamos sem gás e o cheiro de queimado ainda é forte. Principalmente nas áreas comuns. Estou na casa de um amigo e vou ficar, ao menos, até restabelecerem o gás", disse.

Nas demais prumadas do edifício, a vida dos moradores voltou ao normal. Contatados, o Corpo de Bombeiros e a Polícia Civil não responderam até a última atualização desta reportagem.

Fonte: www.correiobraziliense.com.br

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...