O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Ambiente

Individualização de hidrômetros

Medida ajuda a diminuir em um quarto o valor da conta mensal

Publicado em: terça-feira, 15 de maio de 2012

 Medidores individuais reduzem consumo de água nos condomínios em até 25%

Instalação de aparelhos facilita solução de problemas na parte hidráulica
 
Em março será completado um ano desde que o prefeito Eduardo Paes sancionou a lei que determina que os novos prédios construídos no Rio de Janeiro devem ter medidores individuais de consumo de água. Segundo pesquisas, os medidores individuais reduzem em até 25% o consumo de água, além de facilitar a solução de problemas relacionados à parte hidráulica.
 
Isso acontece porque, com a cobrança individual, danos no encanamento, torneiras que vazam ou descargas que não param podem ser identificados com o aumento no valor da conta. Outro benefício é a cobrança mais precisa, uma vez que o aparelho indivudual possíibilita saber exatamente a quantidade do recurso hídrico utilizada em cada apartamento.
 
“As edificações mais antigas tem que buscar soluções para se adaptar a nova realidade. A maioria das novas construções já possui a tubulação preparada para receber os medidores e alguns entregam as unidades com os hidrômetros instalados, facilitando o cumprimento da lei”, afirma o diretor comercial e de locações da Primar Administradora de Bens, Carlos Samuel Silva Freitas.
 
“Sem a medição individual um casal sem filhos pagaria a mesma taxa de água do que uma família com cinco pessoas, por exemplo. Isto acontece porque o montante é dividido entre os moradores, sem levar em consideração o número de pessoas em cada unidade e as diferenças no consumo".
 

Inadimplência e instalação

 

A lei abrange todo o estado do Rio, e prevê ainda que, se a instalação dos medidores individuais não for possível, a cobrança dos condôminos inadimplentes é de responsabilidade da concessionária.
 
“A legislação veda a chamada cobrança por estimativa, que normalmente é utilizada quando não é possível ter acesso ao medidor. O objetivo é garantir que cada um pague pelo que usou”, explica o especialista.
 
A instalação dos hidrômetros individuais deve ser aprovada em assembleia por pelo menos metade dos moradores do condomínio, em uma reunião específica para discutir o assunto. O síndico pode contribuir com a reunião, mostrando os benefícios da economia de água para a natureza e para o bolso de cada um.
 

Fonte: http://odia.ig.com.br

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...