O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Manutenção

Informe publicitário

É possível fazer projeto de cores para a fachada do condomínio

Publicado em: segunda-feira, 2 de abril de 2012

 Projeto de cores para edifícios, uma atividade em ascensão

 
Sabe aquela fábula da raposa que tenta apanhar uvas da parreira e, não conseguindo, diz que não gosta de uvas? Guardadas as proporções, é mais ou menos o que ocorre com o fato de só haver prédios pintados quase que exclusivamente em tons de areia ou gelo. É certo que, diferentemente do que acontece com casas e edificações baixas, cujo sentido de observação se dá na horizontal, os edifícios são menos observados já que nem sempre as pessoas que transitam de carro pela rua têm o tempo necessário para fazer a leitura visual da edificação. Então, se as pessoas não vêem, os arquitetos que fazem os projetos também não dão muita atenção para esse detalhe. As empresas de pinturas, por sua vez, com raras exceções, não têm conhecimento de combinação e harmonia de cores.
 
Mas as coisas estão mudando e existem empresas especialmente dedicadas a desenvolver projetos de cores para a pintura externa de edifícios. É o caso da empresa de William Souza, de São Paulo, um publicitário que começou a atuar no ramo quase que por acaso. Antes de se formar, ele trabalhava como auxiliar administrativo numa empresa de pintura. Certa vez, um cliente disse que gostaria de saber como ficaria a pintura do prédio em que era síndico. William se propôs a fazer o estudo de simulação de cores a partir de fotografias do prédio e o resultado foi que ele passou a ser responsável por essa tarefa na empresa.
 
Tempos depois, saiu dessa empresa para atuar em outra, agora como estagiário de publicidade, mas continuou a receber solicitações do antigo patrão para novos projetos, descobriu que havia aí um filão a ser explorado e montou a sua própria empresa, agora sim, só dedicada a projetos de cores voltados para edifícios. Com menos de cinco anos, a empresa de William recebe solicitações não só de São Paulo, mas também de outros estados, como Rio Grande do Sul, Paraná, Minas Gerais e Rio de Janeiro. William entende que o ramo é promissor e se prepara para atender solicitações de todas as regiões do Brasil e até do exterior.
 
William começou a desenvolver projetos para as empresas de pintura, mas descobriu que poderia ser mais rentável se pudesse tratar diretamente com os síndicos dos edifícios e foi o que fez. Para tanto, ele anuncia principalmente em mídias que atingem esse público, além de enviar malas diretas específicas para divulgar a sua atividade.
 

O processo

 
Para desenvolver o seu trabalho, William solicita fotografias da fachada do edifício, bem como das laterais para fazer um estudo que também leve em conta a profundidade. Normalmente ele desenvolve os projetos de cores com 80% de tons neutros e 20% com cores quentes para criar uma harmonia de contrastes.
 
Para que o cliente possa escolher, desenvolve projetos com oito a dez variações de tonalidades. Inicialmente, manda o estudo preliminar por correio eletrônico com marca d’água em baixa resolução, apenas com uma das variações. Uma vez feito o pagamento, remete as demais provas também por correio eletrônico e, em seguida, encaminha por correio tradicional as impressões de alta resolução em papel. Ele explica que isso é necessário para se obter maior fidelidade de cores na finalização do processo de pintura, pois como se sabe, se não houver calibração dos equipamentos nas diversas mídias, pode haver variação de tonalidades, já que a visualização de cores pode ser diferente numa tela de computador, da obtida na impressão em papel e nas paredes dos edifícios que, no caso, é o que realmente importa.
 
Quanto ao custo de um projeto de cores de um edifício, William diz que é infinitamente menor que o valor gasto com os materiais e a mão-de-obra da pintura. Essa preocupação, segundo ele, é que vai fazer toda a diferença, tanto na racionalidade da operação de pintura, mas principalmente na imagem criada para o edifício.
Para saber mais, entre em contato: www.projetodecores.com.br
 
 

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...