O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Ambiente

Mais verde

Em Jundiaí, comunidade deseja diminuir novos lançamentos

Publicado em: terça-feira, 19 de junho de 2012

 Debate sinaliza por mais verde no Japi

Comunidade serrana defende aumento da fiscalização e restrições a novos empreendimentos imobiliários na revisão do Plano Diretor de Jundiaí
 
Impedir a expansão imobiliária na Serra do Japi. Essa foi a ideia central do debate sobre o Plano Diretor de Jundiaí. Na reunião setorial realizada sábado (10), moradores do bairro Santa Clara defenderam aumento das restrições para novos loteamentos. 
 
“Foi uma posição quase unânime, de que o atual território seja preservado”, relatou Fábio Storari, presidente do Comdema (Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente).
 
O encontro reuniu moradores e representantes da prefeitura para debater a revisão das regras da ocupação urbana. A rodada de debates segue um calendário (veja ao lado). Em Jundiaí, o Plano Diretor é formado por três leis. Uma delas, a lei 417/04,  é específica para a proteção da Serra do Japi.
 
Segundo Storari, a atual legislação permite a construção de pequenos condomínios, de até 12 casas, na faixa de conservação da serra, em áreas de 5 mil m². “Até hoje, só houve a instalação de um empreendimento desse tipo, no [bairro] Malota. Mas já há interesse de investidores por novos condomínios”.
 
Na reunião de sábado, a maioria dos moradores do Santa Clara defendeu o fim dessa permissão. “Foi um debate importante, que  democratiza a revisão do Plano Diretor.”
 

MAIS FISCALIZAÇÃO

 
Mas para Yone Candiotto, representante da Associação dos Moradores de Santa Clara, a revisão nem é tão importante assim. “A atual lei é boa, o que falta é colocá-la em prática”, defende. Ela cita como exemplo a falta de fiscalização sobre jipeiros e motociclistas que fazem passeios na serra.
 
“É preciso respeitar os moradores da serra, que são os pássaros, as onças. O passeio deve ser contemplativo. Se você estaciona um carro e liga o som em alto volume, não vai ouvir o canto dos pássaros”, exemplifica.
 
A fiscalização, opina Yone, também deve passar pelos donos de áreas rurais. “Muitas vezes, o proprietário de um sítio não sabe o que pode e o que não é permitido fazer na serra. Falta orientação”, critica.
 
 

Calendário de reuniões

Segunda – Emeb Profª Celsina Barbosa Pazinatto, rua Ibiporã, 495, Vila Josefina, 19h
 
Terça-feira – Emeb Profª Judith Almeida Curado Arruda, rua José S. Machado, 500, Cidade Nova I, 19h
 
Quarta-feira – Conselho Municipal do Desenvolvimento Rural, 8º andar do Paço Municipal, 9h
 
Quinta-feira – Associação de Moradores do Eloy Chaves, Jardim Tanus, Jardim Ermida 1 e 2, 19h

Fonte: http://www.redebomdia.com.br

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...