O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Administração

Perfil do síndico

Função exige conhecimentos de gestão e bom relacionamento interpessoal

Publicado em: sexta-feira, 12 de abril de 2013

 O que é preciso para ser um bom síndico

Além de gerir, é preciso manter boa relação interpessoal
 
Administrar as contas de casa requer algum esforço, muita concentração e cuidado. Um boleto não pago pode gerar mui­­­­tos contratempos. Imagine, então, para quem administra todo um condomínio, com seus funcionários, suas dívidas... E, além de tudo, ainda precisa se desdobrar no trato com os demais moradores. A tarefa de síndico não é fácil, mas há quem goste do trabalho e exerça a função com louvor. Para tanto, interesse nas áreas administrativa, contábil e jurídica são imprescindíveis.
 
O síndico Curt Lebsa já está há seis gestões, ou seja 12 anos, à frente do edifício Marjolet, em Boa Viagem.
 
“É essencial que o mandato seja longo, por conta da Justiça, que é demorada, e nós precisamos acompanhar o processo. Senão, cada vez que um gestor assume, deixa os pro­­­­­­­cessos do anterior de lado. A parte boa é que dá uma ex­pe­­­­­­­­­­­­­riência na área jurídica e tam­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­­bém porque somos remune­­­­­­­rados. Aqui não é um valor al­­­to, mas ajuda, além de deixar de pagar a taxa de condomínio”. 
 
Segundo o gerente regional da administradora de condomínios Apsa, Márcio Erli, quem pensa em se tornar um gestor de condomínio precisa conhecer bem as funções, aptidões e responsabilidades a serem assumidas. “Na prática, qualquer morador pode se tornar um. Desde que tenha algumas características que o permitam ocupar essa função e que seja aprovado pelos moradores em assembleia. Mas é bom lembrar que uma boa administração é feita em conjunto, pois não se toma decisões sozinho”, explica. Ainda segundo Erli, além das decisões alinhadas com os moradores, o síndico pode contar com a consultoria de uma empresa de administração condominial, na área administrativa, financeira, de recursos humanos e jurídica.
 
Se você está disposto a se can­­­­­­­­­­­­­­didatar a síndico, a Apsa con­­­­ta com uma revista com informações diversas sobre o mun­­­­­­­­­­­­­­do da gestão condominial. Há também diversas dicas no site (www.apsa.com.br) que po­­­dem auxiliar no dia a dia. Quem quiser, pode buscar ainda cursos em faculdade ou entidades. Afinal, nem todos nascem administradores”, explica. 
 
 A tarefa de administrar um edifício não é das mais fáceis, mas traz benesses para quem a executa.
 
“Um dos benefícios é poder ficar isento da taxa mensal do condomínio ou ainda receber remuneração, desde que isso conste na convenção do condomínio e seja aprovado em assembleia. Fora isso, é bom deixar claro algumas das responsabilidades ao aceitar o posto. Uma delas é responder civil e penal pela sua administração. Outro aspecto: é ele quem vai cuidar do patrimônio coletivo e do bem comum”, esclarece o especialista.
 

Fonte: http://www.folhape.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...