O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Manutenção

Problema estrutural

Prédio novo em Camboriú (SC) tem infiltrações e rachaduras graves

Publicado em: quinta-feira, 9 de maio de 2013

  Prédios de condomínio de Camboriú apresentam rachaduras na estrutura

Sacadas de um dos blocos foram retiradas pois estavam prestes a cair.Imóveis foram financiados no programa Minha Casa Minha Vida, da Caixa.
 
Um prédio recém construído em Camboriú, no Litoral Norte, está com a estrutura de todos os apartamentos comprometida. Há cerca de duas semanas os moradores levaram um susto. As sacadas de todos os apartamentos estavam prestes a desabar e os proprietários tiveram que fazer uma base de sustentação para que elas não caíssem.
 
Depois disso, eles chamaram a Defesa Civil, que emitiu um laudo interditando as estruturas e pedindo aos moradores que não utilizassem a sacada e nem ficassem embaixo delas. O laudo também pedia que as áreas fossem demolidas.
 
A reconstrução já começou, mas os moradores se sentem lesados pelo que aconteceu. "Segurança a gente não sente, não sabemos se desta vez vão fazer o serviço direito", explica a moradora Arlene Maria Lopes.
 
"Agora nós pretendemos nos reunir, para ver se não cabe uma ação de danos morais, porque perdemos dias de trabalho", explica o pedreiro Gerson Xavier.
 
Os apartamentos foram financiados pelo programa Minha Casa, Minha Vida, da Caixa Econômica Federal. Os imóveis devem ser pagos em 25 anos, mas com este problema, muitos moradores querem deixar o local.
 
Lucas Cobersan, síndico, explica a situação. "É um absurdo, uma moradora já vendeu quando as rachaduras começaram, e outro, assim que comprou, a sacada caiu. O sentimento agora é dar um jeito para vender. Mas, com toda essa repercussão, quanto vale isso agora?", comenta. "A gente fica triste, porque compra pensando em realizar um sonho e de repente acontece isso", explica Arlene.
 
Segundo a Caixa, os apartamentos foram financiados quando já prontos e quando foi feita vistoria no local, nenhum problema foi constatado. Porém, nova vistoria será feita e se for constatado problemas, o construtor será acionado. Caso ele não resolva o problema, será listado no Cadastro de Programas Habitacionais do Governo e impedido de fazer novas construções.
 
Segundo o construtor do prédio, que não quis se identificar, quando foram construídas as sacadas, a equipe não seguiu o que precisava ser feito e os trabalhadores utilizaram menos ferro do que o necessário para sustentar a estrutura. Ele reconhece o problema e já começou a reconstruir as sacadas. Além disso, fará o reforço nas sacadas do outro bloco do mesmo condomínio.

Fonte: http://g1.globo.com/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...