O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Segurança

Problema judicial

Loteamentos do DF podem ter que se desfazer de muros e guaritas

Publicado em: terça-feira, 8 de janeiro de 2013

 Muros e guaritas em condomínios são questionados na Justiça

Lei aprovada em 2012 regulariza cercas dos parcelamentos. MP questiona a norma e o imbróglio ainda não foi resolvido
 
Há quatro anos, quando decidiu construir no lote que tinha comprado em 1989 no Condomínio Bela Vista, no Grande Colorado, em Sobradinho, o servidor público João Eudes Magalhães, 48, levou em consideração a segurança que teria em morar em um parcelamento cercado, onde a entrada de visitantes é controlada por uma guarita e a circulação de carros nas ruas é restrita.
 
“Tínhamos duas filhas pequenas. Eu teria condições de construir no Lago Norte, mas a segurança e a qualidade de vida falaram mais alto”, conta o pai de duas meninas, de 6 e 4 anos, que trocou um apartamento na Asa Norte pela casa no condomínio irregular.
 
No Bela Vista, as casas não têm muros ou grades justamente pelo fato de o loteamento ser fechado. Despreocupados com a segurança, os moradores deixam portas e janelas abertas durante o dia e à noite. Desde que foram criados, há mais de 20 anos, os parcelamentos irregulares são cercados, têm muros e guaritas, características das quais as pessoas que vivem nesses locais não abrem mão, mas que são motivo de discussões que se arrastam há décadas.
 
“Na Asa Norte, minha filha mais velha não podia mais descer para brincar embaixo do bloco porque tinha um ponto de drogas em frente ao meu prédio. Ficava gente bebendo e até fazendo atos obscenos em plena luz do dia. Todo mundo está reclamando da falta de segurança, e aqui eu tenho qualidade de vida”, diz João Eudes.
 

Fonte: http://www.correiobraziliense.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...