O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Manutenção

Risco de desabamento

Prédio em Santos é evacuado depois de estrutura balançar

Publicado em: segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

 Estrutura se rompe e prédio de nove andares corre risco de desmoronar

Moradores precisaram ser removidos do edifício após estrutura balançar. Segundo os bombeiros, local corre risco de desabamento.
 
Cerca de 170 moradores de um prédio residencial de nove andares em Santos, no litoral de São Paulo, foram retirados do local após uma coluna da estrutura ter se rompido. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o prédio corre o risco de desabar. Dois imóveis vizinhos também foram interditados.
 
De acordo com os Bombeiros, o edifício, localizado na Avenida dos Bancários, na Ponta da Praia, um dos pontos mais nobres da cidade, passava por reformas. Os moradores que estavam no local ouviram um forte barulho, por volta das 10h45 desta quinta-feira (5), e sentiram o prédio balançar para a direita.
 
Uma coluna da construção acabou se rompendo e apenas um ferro permanecia segurando a estrutura. O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil foram acionados. Sete viaturas dos Bombeiros foram deslocadas para a região, além de seis técnicos da Defesa Civil. A avenida foi interditada pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) de Santos.
 
Por volta das 11h30, a Defesa Civil decidiu retirar moradores de duas casas localizadas ao lado do prédio danificado. No final da tarde, eles foram autorizados a retornar para as residências, mas o prédio continua interditado.
 
Em nota, a Prefeitura de Santos afirma que o edifício estava com toda a documentação regularizada junto à Administração Municipal.
 
Correria
 
Segundo a moradora Antônia Gelsa, que estava em casa na hora do acidente, os moradores ouviram um estrondo muito forte e todos começaram a descer imediatamente.
 
"A cama balançou e eu achei que era um terremoto. Liguei a TV para ver se dava alguma notícia, mas nada. Liguei para o porteiro e ele estava muito nervoso, mandando a gente descer, porque uma coluna tinha cedido. Outra moradora chegou a desmaiar durante a correria", conta.
 
Antônia diz ainda que não conseguiu tirar nada do prédio. "Eu estava com meus dois filhos. Não pegamos nada, está tudo lá dentro, nem documentos temos. Mesmo assim, parecia que o elevador estava levando uma eternidade para chegar ao térreo. Até o momento, não deram nenhuma previsão para sabermos se podemos voltar. Mas acho que não será possível", afirma.
 
Já o empresário Maurício Lopes revela que estava dormindo e foi despertado pelo barulho. "Parecia um morteiro. O prédio cedeu, com certeza, uns 5 centímetros. Depois começou a gritaria para todo mundo descer. Em 5 minutos, todos os moradores estavam na rua. Só salvei a minha cadela. De resto, ficou tudo no apartamento. Não sabíamos o que tinha acontecido até chegar ao térreo. Não sabemos ainda se vamos poder recuperar as coisas", diz.
 
Defesa Civil
 
O coordenador técnico da Defesa Civil de Santos, Ernesto Tabuchi, disse que os moradores das casas do entorno que foram evacuadas poderão retornar ainda nesta quinta-feira, após o escoramento da estrutura do prédio em risco. Já os moradores do edifício danificado só poderão retornar depois de garantida a segurança no local.
 
Tabuchi afirma, ainda, que um reforço será feito na estrutura do pilar. Uma capa de concreto será colocada em torno do lugar onde a coluna foi comprometida. "O risco é evidente, houve um rompimento de um pilar de sustentação. O risco de queda parcial existe, a estrutura foi calculada com esse pilar funcionando e ele não está exercendo sua função estrutural, então é um risco" explica o coordenador técnico da Defesa Civil.

Fonte: http://g1.globo.com/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...