O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Administração

Roubo de energia

Empreendimento de luxo em Manaus tinha subestação clandestina

Publicado em: quinta-feira, 2 de agosto de 2012

 Condomínio de luxo é autuado por furto de energia

Acredite: um condomínio residencial de luxo, em Manaus (AM), foi surpreendido roubando energia elétrica. O fato, divulgado nesta semana, foi constatado por técnicos da Eletrobras Amazonas Energia, no dia 18 de julho. Somente entre janeiro e julho deste ano, a empresa de energia arrecadou R$ 27,6 milhões em autuações referentes a desvios de energia elétrica através de ligações irregulares na cidade, o que equivale a 59,6 GWh (59.600.000 kWh).
 
O condomínio, localizado na Avenida Mário Ypiranga Monteiro, no bairro de Adrianópolis, estruturou um sofisticado furto de energia, chegando a implantar uma subestação clandestina, que forneceria energia para uma segunda torre de apartamentos, ainda em construção, além de atender, a partir de ligações clandestinas, 14 residências da primeira torre.
 
Por conta das irregularidades, a subestação clandestina e os 14 apartamentos foram lacrados.A equipe técnica da Eletrobras Amazonas Energia não teve acesso a cinco apartamentos para executar levantamento de carga por ter sido impedida pelo administrador do condomínio sob o argumento que neles residiam pessoas importantes da sociedade da capital amazonense.
 
A operação foi acompanhada por detetives da Delegacia de Roubos, Furtos e Defraudações e por peritos do Instituto de Criminalística da Polícia Civil. A Eletrobras Amazonas Energia também denunciará o responsável técnico da obra ao CREA-AM.
 
Segundo a Representa ainda “risco de morte, tanto aos que interferem no sistema elétrico à revelia da empresa distribuidora de energia, quanto aos usuários (consumidores) das unidades nas quais se identifica o furto”, enfatizou a Amazonas Energia.
 
O nome do condomínio, bem como o da empresa responsável pelo mesmo e pela construção da segunda torre, não foram revelados.
 
Com informações da Eletrobrás

Fonte: http://correiodobrasil.com.br

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...