O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Segurança

Roubos em SP

Guarujá teve o maior percentual de ocorrências em todo o estado

Publicado em: terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

 Guarujá teve a maior taxa de roubos no ano passado no Estado

 Às 7h de 7 de julho do ano passado, um grupo de três paulistanos chegava a Guarujá, no litoral sul de São Paulo, para participar de um campeonato esportivo. Com uma perua importada, eles decidiram usar a avenida Tancredo Neves para chegar à praia de Pernambuco. Em poucos minutos, foram assaltados duas vezes. 
 
"Primeiro fomos abordados por quatro bandidos armados, cada um chegou em uma janela. Levaram nossas carteiras, iPhones, tênis e até camisetas. Meu irmão foi agredido e quando bateram com a arma na lataria, achei que era um tiro e que ele estava morto", lembra um administrador de 36 anos que prefere não dizer o nome. 
 
Cerca de 200 metros depois foram abordados por outro grupo armado. "Como já não tínhamos nada para entregar, disseram que iríamos morrer. Mas acabaram abrindo o porta-malas e levaram nosso material esportivo importado." 
 
Levantamento feito pela reportagem aponta que em 2013 Guarujá teve a maior taxa de roubos por cem mil habitantes do Estado: 1.342. A média estadual foi de 589. 
 
A taxa foi calculada a partir dos dados da Secretaria da Segurança Pública e a população estimada pelo IBGE. Foram considerados apenas os 76 municípios com mais de cem mil habitantes. 
 
Outras cidades do interior também lideram em outros crimes. Barretos (a 423 km de SP) teve os maiores índices de estupro, furtos e agressões. Já Diadema (Grande SP) e Limeira (a 151 km de SP) lideram em roubo e furto de veículos, respectivamente. 
 
Segundo o último anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, de 2012, São Paulo registrou a maior taxa de roubos do país entre os 18 Estados comparados.
 
Escolta 
 
Em Guarujá, os assaltos recorrentes já mudam a rotina de moradores e de turistas. 
 
Condomínios de luxo como o Acapulco passaram a oferecer escolta armada desde a entrada da cidade. 
 
Após sofrer dois assaltos no ano passado, uma agência do Banco do Brasil no distrito de Vicente de Carvalho suspendeu pagamentos e depósitos em dinheiro. Um aviso colocado na porta em dezembro dizia ser "por motivos de segurança pública", mas oficialmente a instituição disse que houve um período de reformulação de seu plano de segurança. 
 
No mesmo local dos dois assaltos seguidos, próximo ao túnel Juscelino Kubitschek, conhecido como túnel da Vila Zilda, os casos se repetem há anos. No YouTube, diversas vítimas até já publicaram vídeos sobre tentativas de assalto frustradas. 
 
No mês passado, um desses assaltos terminou com Fernando Ricardo Garzon, 64, secretário-geral da Cruz Vermelha em São Paulo, baleado no braço e no abdome. 
 
O caso fez uma moradores protestarem nas redes sociais e divulgarem links de um abaixo assinado virtual em uma página do Facebook intitulada "Chega de violência no Guarujá", sobre o tema. 

Fonte: http://www.diariodosudoeste.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...