O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Ambiente

Terreno contaminado

Moradores de condomínio em Mauá (SP) querem legalizar unidades

Publicado em: segunda-feira, 15 de julho de 2013

 Moradores do Barão de Mauá buscam legalizar apartamentos

Proprietários e moradores do Condomínio Residencial Barão de Mauá, em Mauá, fazem amanhã, a partir das 9h, reunião para tentar buscar a legalização dos imóveis, construídos em área onde funcionava um lixão industrial. Eles buscam ainda acordo com a Caixa Econômica Federal para regularizar os apartamentos que foram adquiridos por financiamento com a instituição bancária.

 
A emissão do Habite-se dos imóveis seria possível, segundo Lindomar Oliveira, um dos representantes dos moradores, porque há parecer favorável da Procuradoria da República.
 
“Com a obrigatoriedade de remediação da contaminação do terreno determinada na ação coletiva, podemos tentar a legalização dos apartamentos. Vai facilitar a vida de muita gente, já que os imóveis poderão ser comercializados com preço de mercado.”
 
Proprietários que repassaram apartamentos para terceiros também estão convidados a participar da reunião, conforme Oliveira.
 
O condomínio Barão de Mauá foi construído sobre antigo depósito de lixo industrial. Em março de 2000, uma explosão matou um funcionário de uma empresa que prestava serviços na caixa d’água subterrânea dos prédios, o que levou a Cetesb a realizar estudo de contaminação. O resultado foi que o terreno concentra ao menos 44 substâncias tóxicas. 

Fonte: http://www.dgabc.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...