O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Marcio Rachkorsky

Turma da pesada

Criatividade ajuda a criar ambiente para adolescentes em condomínio

por Marcio Rachkorsky

Adolescentes gostam de andar em bando e, nos condomínios, dá gosto de ver as turmas que se formam. Amizades são construídas, muitas vezes, para a vida toda. É o que chamo de "geração condomínio", de jovens que já nascem preparados para viver em coletividade.
Entre amigos, eles curtem as áreas comuns e passam horas conversando, brincando e, às vezes, aprontando.
 
A frase "vou descer e já volto", por exemplo, é uma velha conhecida das famílias. Cultivar amizade com os vizinhos faz bem aos jovens e traz sossego aos pais.
 
Nos empreendimentos do tipo "clube", com equipadas áreas de lazer, tudo fica mais fácil. Já nos condomínios que não têm áreas comuns específicas para a molecada, os adultos precisam ter consciência de que os jovens gostam e precisam conviver em grupo.
 
Nesse caso, moradores e gestores devem ter iniciativa e criatividade para transformar qualquer espaço comum em áreas minimamente equipadas para os adolescentes.
 
Uma antiga sala de administração pode se transformar num bom espaço de convivência ou um apartamento de zelador sem uso dar lugar a espaços comuns, segmentados para cada faixa etária. Um salão de festas pouco utilizado também pode ter sua finalidade diversificada. É importante lembrar que qualquer reforma ou adaptação da área comum deve ser discutida e votada em assembleia geral, com rateio extraordinário dos custos.
 
Mas os adolescentes também precisam de regras e limites. Os excessos devem ser coibidos, de forma a preservar a tranquilidade dos demais moradores.
 
Para mantê-los sob controle, é importante ter o regulamento interno atualizado, com regras claras quanto à utilização das áreas e respectivos horários, investir em câmeras (para que as áreas comuns sejam sempre monitoradas) e intervir em situações de risco como bullying, consumo de bebidas alcoólicas, agressão e assédio, com imediata comunicação aos pais ou responsáveis.
 
E vale conversar com os jovens, para conscientizá-los acerca do uso responsável dos espaços e ouvir suas demandas, advertindo e multando sempre que necessário.
 
(*) Advogado, graduado pela PUC-SP, pós-graduado em direito contratual pelo CEUSP, especialista em condomínios, comentarista da Rádio CBN - Programa “Condomínio Legal”, membro da equipe “Chame o Síndico” do Fantástico da Rede Globo, autor do áudio-livro “Tudo Que Você Precisa Ouvir Sobre Condomínios” – Editora Saraiva, membro da Comissão de Direito Imobiliário e Urbanístico da OAB-SP; membro do Comitê Jurídico da AABIC (Associação das Administradoras de Bens, Imóveis e Condomínios de São Paulo), Presidente da Assosíndicos – Associação dos Síndicos do Estado de São Paulo, Coordenador do curso “Temas Jurídicos Aplicados aos Condomínios”,  da Escola Superior de Direito Constitucional;  colunista do jornal Carta Forense; colaborador e colunista do Jornal do Síndico; colunista da revista “Em Condomínios”; Colaborador do Caderno de Imóveis da Folha de São Paulo; colunista do “Guia Qual Imóvel”,  Palestrante e Conferencista.

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...