O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Manutenção

Vazamento em prédio

Moradores pagavam R$ 19 mil mensais de conta de água

Publicado em: quarta-feira, 3 de outubro de 2012

 Condomínio de SP paga R$ 19 mil de conta d'água após vazamento

Vazamento e infiltração estão entre problemas mais recorrentes em prédios.
 
Vazamentos de água e infiltrações estão entre os problemas mais recorrentes na vida em condomínio. A situação fica ainda mais difícil de resolver quando o vazamento em um apartamento afeta a casa de outro vizinho. Além disso, como na maioria dos condomínios não há relógios de água individual, a conta acaba sendo dividida entre todos, o que gera conflito, como mostrou o quadro “Meu condomínio tem solução”, do SPTV, nesta terça-feira (25).
 
No Aricanduva, na Zona Leste de São Paulo, os 190 apartamentos pagavam uma conta de água altíssima. “Chegou até a R$ 19 mil”, conta o síndico Luis Carlos Rodrigues. Os apartamentos são novos, têm menos de um ano e ainda estão na garantia. Entretanto, para resolver o problema, os moradores tiveram que pagar R$ 6 mil para uma empresa terceirizada.
 
A empresa contratada para achar onde estava o vazamento inspecionou apartamento por apartamento e, depois de dez dias, o problema foi detectado na parte de fora, no hidrômetro. O zelador do prédio, Olímpio José, acompanhou a saga. “O problema estava 50 centímetros abaixo do registro geral do hidrômetro. A água toda caia para o esgoto.”
 
Um mês depois, a diferença apareceu na conta – caiu de R$ 19 mil para R$ 5 mil.
 
“Agora a gente briga coma construtora para pagar as contas, que foram altíssimas. O condomínio arcou com isso, mas o conserto foi feito pela empresa que foi contratada pelo condomínio", completa o síndico.
 
A construtora MRV, responsável pelo condomínio, disse que já entrou em contato com o síndico e que vai reembolsar os moradores.
 
Em Sapopemba, também na Zona Leste, o problema é dentro do apartamento de uma das moradoras. A autônoma Ana Lúcia Ferreira da Silva tem tido muita dor de cabeça por causa de um vazamento que começou há dois meses no banheiro.
 
“O que mais me incomoda é o mau cheiro. Eu tenho que sempre lavar o banheiro. Eu lavo um dia, depois de dois já está fedido. Sem contar quando fica gotejando na porta. Então a gente tem que passar com cuidado porque senão é água de esgoto que cai na cabeça”, explica a autônoma.
 
A parede do corredor e o teto da cozinha já estão manchados. A moradora acredita que o vazamento começou nos apartamentos de cima. Por isso, ela não acha justo pagar o conserto. “Conversei com a síndica e provavelmente o que vai ser feito é isso mesmo. Vai vir uma empresa para saber exatamente onde está o vazamento para resolver esse problema. Agora, quem vai arcar com essa despesa eu não sei”, completa Ana.

Fonte: http://g1.globo.com

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...