O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Ambiente

Visitante inusitado

Moradores de condomínio de São Luís capturam e soltam jacaré

Publicado em: segunda-feira, 4 de maio de 2015

Jacaré é encontrado por moradores em São Luís

Animal foi achado na noite dessa sexta-feira (1º). Corpo de Bombeiros foi acionado para capturar o bicho.
 
O jacaré encontrado em frente ao condomínio Parque Atenas, na noite dessa sexta-feira (1º), teve que ser capturado pelos próprios moradores. O motivo? A demora na chegada do Corpo de Bombeiros que foi acionado, mas não foi ao local.
 
O animal passou a noite amarrado, sob os olhares de vigilantes. Apenas na manhã deste sábado (2), o bicho foi solto em um matagal, por moradores.
 
O jacaré, com aproximadamente um metro de comprimento, foi encontrado na porta do aposentado Raimundo da Cunha Xavier da Costa. Ele nem soube do novo achado, mas garante que não se surpreende mais com a notícia – já viveu a experiência antes.
 
“Isso já aconteceu muito tempo atrás e foi dentro de casa por sinal. Sou do interior e acostumado com isso na época tentei botar ele para fora com a vassoura. Desse agora não fiquei sabendo não”, afirmou.
 
Para a bióloga Larissa Barreto, a degradação faz com que esses jacarés invadam zonas urbanas em busca de comida ou por stress. Analisando as imagens, ela disse se tratar de um animal amazônico, muito comum em regiões de rios e igarapés, como este córrego por onde passa o Rio Pimenta, próximo ao local onde o jacaré foi encontrado.
 
“Em São Luís, um dos mais comuns é o tinga, o Caiman crocodilus. Vi a foto pelo site do G1, e provavelmente é um animal da espécie Caiman crocodilus. Eles acabam indo para perímetro urbano porque a maioria dos rios da região estão assoreados e degradados e isso pode fazer com que eles busquem alimentos em áreas próximas’, afirmou.
 
Em fevereiro do ano passado, o JMTV mostrou um jacaré semelhante, que vivia dentro de uma galeria de água da chuva, ao lado de um terreno baldio, no bairro do Renascença. O animal se alimentava com o que os moradores das imediações jogavam para ele comer.
 
A especialista diz que pode ser perigoso tentar domesticar esses animais. Nesses casos, quando eles aparecerem em uma área residencial, o melhor a fazer é acionar os órgãos responsáveis.

Fonte: http://g1.globo.com/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...