O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Manutenção

Acessibilidade

NBR 9050/2015 foi revisada e está em vigor desde setembro

Publicado em: segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Norma Brasileira de Acessibilidade a edificações está em vigor

A revisão da ABNT NBR 9050:2015 foi publicada em setembro deste ano 
 
O Comitê Brasileiro de Acessibilidade da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) publicou, em setembro deste ano, a NBR 9050:2015, que está valendo desde o dia 11 de outubro. 
 
A NBR 9050 nada mais é do que a revisão e atualização da Norma de Acessibilidade a Edificações, Mobiliário, Espaços e Equipamentos Urbanos de 2004. Ela estabelece critérios e parâmetros técnicos a serem observados no projeto, na construção, instalação e adaptação do meio urbano e rural e de edificações às condições de acessibilidade. 
 
De acordo com o arquiteto e urbanista Rogério Romeiro, que também é membro da vice-presidência de Assuntos Legislativos e Urbanismo Metropolitano do Secovi-SP, esta norma é a única que trata de acessibilidade em edificações.
 
“Ao contrário de outras, ela tem efeito de lei, uma vez que o Decreto federal nº 5.296/2004 determina que ela seja seguida nacionalmente. Ela visa proporcionar ao maior número possível de pessoas a utilização de maneira autônoma e segura do ambiente, independentemente de idade, estatura ou limitação de mobilidade e percepção”, ressalta.

Fonte: http://www.secovi.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...