O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×
Cadastrar
Entrar
Cotar Pedir orçamentos
Seja um fornecedor
menu
Danos morais, Calúnia e Difamação

Agressão a porteiro

Morador deverá pagar indenização a funcionário

sexta-feira, 17 de janeiro de 2020
WhatsApp
LinkedIn

Advogado que agrediu porteiro vai pagar indenização de R$ 30 mil

Caso ocorreu em abril do ano passado em um edifício localizado no Bairro Duque de Caxias, em Cuiabá (MT)

O advogado Namir Luiz Brenner fez um acordo na Justiça e vai pagar uma indenização de  R$ 30 mil, por danos morais, ao porteiro Wanderley Nunes Xavier, do Edifício Cecilia Meireles, no Bairro Duque de Caxias.

O advogado agrediu o porteiro com socos e chutes no dia 28 de abril de 2019.

A agressão foi filmada pela câmera de monitoramento interno do edifício.

O acordo foi feito durante uma audiência de conciliação no final do ano passado.

Os R$ 30 mil devem ser pagos em cinco parcelas. A primeira, no valor de R$ 10 mil, e as demais no valor de R$ 5 mil. A última vence em março.

Segundo o acordo, caso o advogado não cumpra com o combinado, será fixada multa de 20% sob o valor da causa.

Ainda por conta do caso, Namir foi condenado em outro processo, a pagar R$ 10,6 mil para o edíficio, correspondente à imposição de multa aprovada em assembleia geral extraordinária do edifício. 

O caso

Segundo o boletim de ocorrência elaborado pela Polícia Militar, o episódio aconteceu porque o porteiro pediu para o advogado se identificar como morador do prédio, uma vez que ele estava em uma caminhonete com os vidros escuros.

Ainda conforme o boletim de ocorrência, o advogado então não teria gostado de ser abordado e passou a xingar o trabalhador. Após entrar no edifício, foi até a guarita, onde começaram as agressões.

As imagens gravadas mostram o advogado, primeiro, entrando na sala onde o porteiro fica. Em seguida dá alguns empurrões nele e chega inclusive a chutar a cadeira onde o trabalhador estava sentado.

Pelas imagens, ainda é possível ver o momento em que o advogado dá chutes e socos no porteiro, mas este não reagiu. O B.O. relata que o advogado ainda o ameaçou de morte.

Fonte: https://www.midianews.com.br

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...