O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Segurança

Crime em condomínio

Zelador é suspeito de estuprar adolescentes

Publicado em: quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Pais de vítimas de estupro cometido por zelador vão ser investigados

Familiares deixavam adolescentes dormirem na casa do suspeito  

Os pais dos adolescentes que foram vítimas de estupro por parte de um zelador de 55 anos vão ser investigados. A Polícia Civil vai verificar se houve negligência deles, o que pode representar facilitação para a prática do crime.

Os abusos foram denunciados na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac), em Campo Grande, no mês passado. O zelador trabalhava em um condomínio no bairro Los Angeles e depois que as suspeitas sugiram sobre os abusos, ele foi demitido.

As ocorrências foram encaminhadas para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), que averiguou se houve estupro em oito casos envolvendo o investigado. Até o momento, duas vítimas foram confirmadas, apontou o delegado Fábio Sampaio.

Um outro adolescente negou que foi violentado, mas a apuração continua.

Conforme o policial, os pais das vítimas permitiam que os jovens, ambos com 12 anos, dormissem na casa do zelador. O homem foi classificado como "simpático" porque conversava com todos do condomínio onde trabalhou, além de sempre comprar sanduíche e açaí para crianças e adolescentes.

"Os pais tinham o costume de deixar dormir na casa do desconhecido", confirmou Fábio Sampaio, que ressaltou ainda que até mesmo parentes podem cometer esse tipo de crime, por isso permitir esse contato com pessoas estranhas aumenta o risco de abusos.

Paralela à investigação criminal, o Conselho Tutelar foi acionado e está acompanhando os familiares e as vítimas.

SITUAÇÃO ESTRANHA

A suspeita sobre os abusos começou depois que vizinhos no condomínio estranharam um garoto receber uma moeda após beijar o investigado de 55 anos no rosto. 

Os moradores conversaram com o adolescente que tinha beijado o zelador e o mesmo contou que o homem "ficava pegando os moleques". Toda essa conversa foi gravada e o Portal Correio do Estado teve acesso ao áudio.

Os abusos estavam acontecendo há pelo menos um ano com esse adolescente, que comentou que desde os 11 anos visitava o suspeito. 

Na gravação, uma mulher que participava da conversa chegou a mencionar que a vítima contou a história com naturalidade e como se essa relação fosse "normal". "Eu falei para ele que isso não é normal, porque ele fala como se fosse normal", disse a mulher, aparentemente espantada com o que ouviu da criança.

PRISÃO

O ex-zelador de um condomínio no bairro Los Angeles, em Campo Grande, foi preso hoje depois que a Polícia Civil conseguiu mandado na Justiça Estadual. O homem, de 55 anos, acabou indiciado por dois estupros de vulnerável contra dois adolescentes.

Além do mandado de prisão preventiva (sem prazo), os policiais da Depca também cumpriram hoje mandado de busca e apreensão. Na casa do irmão do investigado foram encontrados um videocassete, fitas VHS, dvds, caderno, agenda, um bozó, jogo de cartas e dois celulares. Tudo foi recolhido e será periciado.

"Ele assistia vídeos pornográficos com as vítimas", explicou o delegado sobre o que apurou em conversa com os adolescentes.

O advogado do investigado, Loester Borges, afirmou que entrará com habeas corpus para tentar libertar o cliente. O homem não admitiu, nem negou os crimes.

Fonte: http://m.correiodoestado.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...