O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Segurança

Morte no interior

Vizinho é suspeito de ter praticado crime em Ibiúna (SP)

Publicado em: terça-feira, 19 de junho de 2012

Suspeito de matar mulheres a facadas morava no mesmo condomínio

Duas mulheres foram assassinadas em Ibiúna, no interior de São Paulo. Homem de 32 anos está preso e confessou o crime, segundo a polícia.
Do G1 SP
 

 

A família do homem de 32 anos preso neste domingo (30) suspeito de matar duas empresárias a facadas em Ibiúna, no interior de São Paulo, mora no mesmo condomínio de chácaras onde as vítimas costumavam passar os fins de semana. De acordo com o delegado-titular do município, José de Arruda Madureira Júnior, o crime aconteceu após um desentendimento ocorrido na noite de sábado (29) entre o homem, que é viciado em drogas, e uma das mulheres.
 
As vítimas são Ignes Barbosa de Oliveira, de 82 anos, e a filha, Sônia Regina Antunes de Oliveira, de 59 anos. Elas eram amigas da família do suspeito, ainda segundo a polícia. O delegado afirmou que o jovem seria internado em uma clínica de reabilitação nesta terça-feira (1º), por isso havia ido até a casa das empresárias para desabafar. O homem disse à polícia que, em determinado momento da conversa, Sônia “foi dura com ele”.
 
“Ele partiu para cima e começou a esfaquear a mulher. A senhora tentou defender a filha e também foi atingida”, contou Madureira. Como o filho não voltava para casa, o pai e a irmã do suspeito saíram pelo condomínio para procurá-lo. “Quando passavam pelo portão da propriedade das senhoras, perceberam que a casa estava iluminada. Eles entraram e encontraram as duas mortas. Ele já tinha cometido o crime e ido embora para Piedade”, descreveu o delegado.
 
O carro das vítimas, que foi usado para a fuga do criminoso, foi encontrado em Piedade, a 99 km da capital paulista. O veículo foi encaminhado para perícia. Segundo a polícia, havia muito sangue no interior do carro. A arma do crime e outros objetos que pertenciam a Sônia também estavam no automóvel. O suspeito pegou R$ 150 na carteira da vítima, de acordo com as investigações, e utilizou o dinheiro para se hospedar em um hotel da cidade.
 
Depois disso, o homem foi até a rodoviária e pegou o primeiro ônibus que deixava a cidade, com destino a Iguape. Ao chegar ao outro município, ainda segundo a polícia, tentou comprar a passagem até São Paulo, mas não tinha dinheiro suficiente. Por causa disso, começou a bater na cabine de venda de passagens, o que chamou a atenção de policiais militares. Ele foi levado até a delegacia do município, onde um investigador notou que havia sangue na calça dele. A polícia disse que questionou o homem e ele confessou o crime.
 
O delegado de Ibiúna afirmou que ele já era considerado suspeito do crime por causas de suas características físicas. O assassino das empresárias deixou pegadas de um calçado tamanho 45 pela casa. Um investigador conversou com o pai do suspeito, que descreveu o homem – ele tem cerca de 1,95 metro de altura e usa sapatos número 45 - e contou sobre o histórico dele com drogas. “A partir daquele momento, ele passou a ser o suspeito número um”, disse Madureira.
 
A primeira versão sobre a localização dos corpos era que uma vizinha foi à casa para parabenizar Sônia e encontrou os corpos na sala. Mas a versão foi retificada pela polícia. A vítima faria aniversário nesta segunda-feira (31), segundo o delegado. A polícia disse que o homem negou que estivesse sob efeito de drogas no momento do crime. Ele está preso na Cadeia Pública de São Roque.

 

Fonte: http://g1.globo.com

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...