O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Administração

Sem luz

Condomínio em São Paulo sofre com iluminação ilegal

Publicado em: sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

 Moradores de condomínio sofrem com falta de ligação de luz em SP

Famílias fizeram ligações clandestinas para alimentar imóveis. Condôminos na Zona Sul da cidade querem sair da ilegalidade.
 

 

Os moradores de um condomínio em Eldorado, bairro no extremo sul de São Paulo, tiveram que fazer ligações clandestinas para ter luz em casa. Eles têm escritura das casas e pagam IPTU, mas não têm as ligações oficiais de energia. A situação ilegal desagrada a todos. O problema foi mostrado em reportagem do SPTV desta quinta-feira (9).
 
“Há 15 anos quando eu comecei aqui, eu fui na Eletropaulo e eles falaram que só tinha três casas e não podia ligar. O condomínio é certinho, tenho escritura do meu terreno, pago imposto certinho”, conta a comerciante Luciana Aparecida Silva Lima.
 
A família de Ozanilda Barbosa de Souza foi a que tomou a melhor de todas as soluções. Eles compraram um poste, fizeram a instalação correta para ter luz. Contudo, um dia começaram a tirar a energia do poste. “Já queimou o micro-ondas, queimou o computador.”
 
O que os moradores desejam é legalizar a situação. “Nós queremos é que legalize mesmo, pra gente ter que pagar”, diz o vigia Antonio da Silva Souza. “Sentimos vergonha de estar fazendo gato, queremos energia legalizada, pagar conta”, completa Luciana.
 
Segundo a AES Eletropaulo, concessionária responsável pelo fornecimento de luz em São Paulo, os moradores precisam conseguir uma autorização junto à subprefeitura. “O loteamento das Sete Praias está numa área de preservação ambiental e pra AES Eletropaulo fazer a ligação de energia, ela precisa que cada morador consiga autorização junto à subprefeitura Cidade Ademar e à Cetesb autorizando a ocupação do lote para que nós possamos fazer a regularização da energia”, explica o gerente da Eletropaulo José Cavareti.
 
A Eletropaulo garante que coloca a luz na região em 90 dias após a entrega dos documentos. “Não existe custo para ligação de consumidor residencial. Uma vez o consumidor estando regularizado, ele vai receber energia sem nenhum custo”, completa Cavareti.
 
O subprefeito de Cidade Ademar, Carlos Roberto Albertim, diz que a regularização será feita. “Se o que está atrapalhando a ligação de energia depende da informação da regularidade do loteamento e do lote, nós podemos fazer isso pela subprefeitura. Aqui todo o loteamento é regular. Os moradores podem ir até a subprefeitura pedir o documento. Em dois, três dias, os documentos serão expedidos.”
 

Fonte: http://g1.globo.com

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...