O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Convivência

Animais em condomínio

Conduta inadequada geralmente parte dos donos dos pets

Publicado em: terça-feira, 19 de agosto de 2014

Animais de estimação são alvo de reclamação em condomínios

Desleixo de donos de cães e gatos acaba irritando vizinhos. Multa para morador descuidado pode chegar a R$ 200.

Os animais de estimação são um dos problemas mais comuns entre vizinhos que moram em condomínio e apartamento. As principais reclamações são o mau cheiro e barulho. Em um condomínio no Parque Primavera, zona sul de São José dos Campos, moram quatro mil pessoas, divididas em 62 blocos. O condomínio supera a população de Arapeí, com 2.541 e de Areias, com 3839 e quase empata com Canas, com 7.22 pessoas.

Muitas brigas entre os moradores começam por problemas com animais, como a sujeira. "É o mau cheiro no apartamento porque as pessoas descem e não cuidam dos cachorros direito", disse a dona de casa Lurdes da Silva. Outra reclamação é o barulho. "De noite os cachorros começam a latir e a gente acorda. Tudo isso tem aqui dentro desse condomínio. O povo é sem educação", disse Nathanael Matias.

Multa

Quando há problemas e reclamações, quem resolve é Rita Cageano, a síndica do condomínio. "Tem alguns casos que o morador abriu a porta e o animal foi lá e fez xixi e cocô no tapete. Aí o reclamante chama a portaria, vai o ronda lá, tira foto e anexa o número dessa foto à reclamação. Quando o morador reclama, dá multa e a gente tem como provar", explica.

A síndica diz ainda que muita gente paga multa mas depois deixa acontecer novamente. "Tem, porque ele acha um absurdo receber uma notificação ou uma multa porque o cachorro dele saiu e fez xixi no tapete. E ele esquece que é ele que tem que tomar conta do animal."

Essa tensão entre os donos dos animais de estimação e os outros moradores é comum em muitos condomínios. "Pela prática e pela experiência, os grandes problemas são cano, construção, criança, cachorro", informa o Sindicato da Habitação (Secovi).

O Secovi informa ainda que o ideal é sempre começar pelo diálogo. "Começou pelo diálogo, não resolveu? Pode começar como árbitro. Não resolvendo nenhuma dessas quertões, aí pode ser uma questão até judicial. Pode aplicar as penalidades previstas no regulamento e aí depois se tudo isso não resolver aí tem que ir para o judicial mesmo...tudo o que poderia ter sido resolvido com uma conversa, com bom senso", afirmou.

A média de valor da multa em condomínios por problemas com necessidades dos animais é em média de R$ 200. E as regras de convivência são manter o animal longe da piscina, playground e do salão de festas, manter a carteira de vacinação do animal em dia, circular com o animal dentro do prédio com a coleira e se necessário, usar a focinheira para as raças maiores.

Fonte: http://g1.globo.com/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...