O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Espaço SECOVI

Inadimplência em SP

Volume de ações do tipo diminuem de março para abril de 2015

Publicado em: terça-feira, 2 de junho de 2015

Cai número de ações na Justiça por falta de pagamento de condomínio

Secovi-SP diz que acordos extrajudiciais contribuíram para reduzir as pendências em abril
 
O número de ações na Justiça de cobrança por falta de pagamento da taxa condominial caiu 14,4% em abril deste ano. No mês, foram ajuizadas 883 ações, contra as 1.032 registradas em março, de acordo com um levantamento mensal realizado pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação), no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.
 
Comparado a abril do ano passado, quando houve 739 registros, a quantidade de ações subiu 19,5%. No acumulado dos últimos 12 meses (de maio de 2014 a abril de 2015), foram protocoladas 9.875 ações, 9,4% a mais que as 9.024 ações ajuizadas no período compreendido entre maio de 2013 a abril de 2014.
 
Também houve aumento no acumulado do primeiro quadrimestre. De janeiro a abril deste ano, foram ajuizadas 3.495 ações, o que representa elevação de 31% em relação às 2.667 protocoladas em igual período de 2014.
 
Conforme explica Hubert Gebara, vice-presidente de Administração Imobiliária e Condomínios do Sindicato, dentre os fatores que contribuíram para reduzir as pendências no mês de abril, estão os acordos extrajudiciais, que surtem efeito na maioria das vezes.
 
"Os inadimplentes preferem negociar. Para o condomínio, é melhor receber parcelado do que esperar anos por um resultado na Justiça", afirmou o dirigente, que recomendou aos síndicos e às administradoras que reforcem a cobrança.
 
— O inadimplente precisa se conscientizar da importância deste pagamento para o equilíbrio das contas do condomínio, que é bem comum.

Fonte: http://noticias.r7.com/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...