O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Convivência

Tragédia em condomínio

Briga em empreendimento em Atibaia termina com tiros e vizinho morto

Publicado em: quinta-feira, 5 de julho de 2012

 Briga de vizinhos termina em morte no condomínio de luxo Água Verde

Momentos após o crime, tensão para os moradores do condomínio Água Verde.
 
Quem acredita que briga de vizinhos é coisa de gente pobre, se surpreendeu com o que aconteceu em um dos condomínios de luxo de Atibaia no último sábado. O desentendimento entre um piloto de avião e um empresário, terminou em uma morte trágica que chocou todos os vizinhos.
 
O piloto de avião João de Almeida, 59 anos e o empresário Olavo Macedo Junior, 40 anos, eram moradores do condomínio Água Verde, nas imediações da avenida Santana, próximo ao Retiro das Fontes. Os vizinhos já tinham uma rixa antiga, já que Olavo sempre reclamava que João costumava andar acima da velocidade permitida dentro do condomínio. Moradores relataram que já haviam discutido em ocasiões anteriores, sendo João notificado pelo condomínio.
 
No último sábado, os dois voltaram a se desentender, mas desta vez para um desfecho trágico. Depois de passar em alta velocidade pela rua,  Olavo atirou uma pedra no vidro dianteiro do Hyundai Azera de João. A pedra estourou o lado direito do vidro e então o piloto desceu do carro e no ato da discussão sacou a arma e disparou dois tiros, atingindo Olavo no braço e na cabeça.
 
 Após atentar contra a vida do vizinho, João saiu em fuga pelo condomínio e acessou as ruas dos bairros próximos, colocando em risco a vida de pedestres. A polícia foi acionada e conseguiu deter o piloto na alameda Lucas Nogueira Garcez.
 
Enquanto João era preso, os bombeiros tentavam socorrer Olavo que agonizava diante de seus familiares e vizinhos. O resgate do Corpo de Bombeiros deixou o Água Verde em direção a Santa Casa de Atibaia. Mas já era tarde e Olavo faleceu, deixando esposa e filhos.
  
João segue preso por homicídio e deverá seguir preso. Mas pode ser beneficiado pela lei brasileira por ter residência fixa, trabalho e todos os benefícios que ajudam engrossar a fila da impunidade.

Fonte: http://www.jcatibaia.com.br

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...